CDL CG promove rodada de vídeos com candidatos à prefeitura de Campo Grande

Responde aí candidato? Começa nesta segunda-feira (26) a rodada de perguntas/ vídeos que a CDL CG – Câmara de Dirigentes Lojistas de Campo Grande promove com os candidatos a prefeito da Capital.

Os vídeos serão veiculados nas redes sociais da entidade, sendo apresentados pela sequência do sorteio, que a diretoria de marketing realizou com os assessores dos candidatos.

Para o presidente da CDL CG, Adelaido Vila, é de fundamental importância ouvir o que os candidatos pensam e propõem para o varejo da capital. “Somos os maiores geradores de emprego do município e queremos conhecer as propostas daqueles que se colocaram à disposição, como um possível futuro prefeito. Queremos saber o que o varejo terá de melhorias. Isso é democrático e nós acreditamos que os candidatos precisam falar com o nosso setor, pois contribuímos muito para o aquecimento da economia local”.

Serão três minutos, sendo que para todos os candidatos foram enviadas as mesmas perguntas. Confira a ordem que os vídeos serão exibidos nas redes sociais e site da CDL CG: 26 de outubro – Esacheu Nascimento; 27 de outubro – Marcelo Bluma; 28 de outubro – Paulo Matos; 29 de outubro – Sidneia Tobias; 30 de outubro – Marcio Fernandes; 2 de novembro – Dagoberto Nogueira; 3 de novembro – Marquinhos Trad; 4 de novembro – Guto Scarpanti; 5 de novembro – Vinicius Siqueira; 6 de novembro – Thiago Assad;  9 de novembro – Pedro Kemp; 10 de novembro – Cris Duarte; 11 de novembro – Marcelo Miglioli; 12 de novembro – Sérgio Harfouche; 13 de novembro – João Henrique.

As perguntas enviadas para os candidatos, são as seguintes: 
 
• Somos reconhecidos como o Estado do Agronegócio. Mas quem sustenta a população é o varejo.  Em Campo Grande 65 % da população economicamente ativa trabalha no varejo. E mesmo assim não existe nenhuma política pública para o segmento. Qual é o seu projeto para o Varejo de Campo Grande?

• Nas últimas pesquisas elaboradas pela CDL Campo Grande, transporte coletivo e insegurança pública  foram apontados como pontos de maior dificuldade.  Como melhorar estas duas áreas.

• O varejista campo-grandense formal paga inúmeras taxas e impostos e concorre diretamente com a informalidade,  contrabando e descaminho. Qual é o seu projeto para esta questão?